Sábado, 26 de Maio de 2012

Subida ao Angliru

Este ano meti na cabeça que iria ver o Angliru e finalmente chegou o dia.

 

Vou fazer a reportagem misturada com a foto reportagem.

 

Neste passeio participaram quatro pessoas: Gil, Marialves, Moura e eu. Saímos
de manhã cedo de Vila Real rumo a Oviedo. Na foto estávamos no jardim do hotel
e a boa disposição tomava conta dos acontecimentos.
Duas bicicletas dentro do carro e outras duas fora.
O dia estava agradável com a temperatura amena. A chuva ameaçava cair
a qualquer instante. Por isso levamos os impermeáveis. Quer dizer, quem
carregou os impermeáveis dessas duas feras, o Marialves e o Moura, foi eu...
Ainda dentro da cidade começou a chover. Tivemos de parar por uns 5 minutos
porque a chuva passou a granizo. Assim que passou continuámos o passeio.
Assim que saímos da cidade a paisagem que nos acompanhou foi esta. A estrada
está uma maravilha!
Tivemos até direito ao acompanhamento de um rio. Muito lindo!
Chegada a La Vega. Até aqui tudo tranquilo. O pior iria começar agora...
Mas antes tinhamos esta pequena descida depois de virar à direita.
Começavam as placas indicadoras das inclinações. Não sei se não seria preferível
ficar na ignorância. Aqui a mínima era de 4.8% e a máxima de 14.1%. O piso era
bom e ajudou no andamento.
A meio dos 12km de subida a paisagem era esta. Lindo! O que faltava até assustava!
La Vega parecia muito pequena desta altura!
O Gil com os andamentos que trazia (52-39) tinha de ir parando de vez em quando...
Eu seguia logo atrás, parando para tirar fotografias e para descansar. Aqui é que
eu vi o quanto estava mal preparado, o que também não era novidade para mim.
Os outros dois já iam longe. Logo no início dos 12km de subida começaram uma
corrida com um desfecho imprevisível...
Achei curioso estes painéis. A subida fazia lembrar um museu.
Muita informação ao longo dos últimos 5kms. Houve uma sequência
de curvas com indicação dos declives, mas não deu para parar.
Fica difícil pedalar vendo estes cartazes. Neste troço não sei
dizer qual a percentagem de inclinação, mas não era pouca.
O desgaste acumulado já era bastante e se soubesse que
o mais difícil ainda estava para chegar, não sei não...
Aqui está uma foto de uma descida... até parece que está a subir! Informo que a
descida não foi nada fácil. Muito complicada mesmo. Só para se ter uma ideia, a
velocidade máxima foi à volta de 20km/h!!! O tempo no alto também não ajudou.
Ameaçava chover a qualquer instante...
"La Cueña les Cabres" foi o troço mais difícil. Horroroso!!!
Aqui voltei a apanhar o Gil que descançava num murinho. 
Ele mal conseguia dar meia volta nos pedais. Muito difícil 
de pedalar nestas condições. Para piorar a situação, o piso
começou a ficar sujo e deixámos de poder pedalar em zig-zag.
Foi o fim do mundo!!!! Para piorar, este troço era praticamente
um reta. Ou seja, podíamos ver os 450 metros com inclinação
mínima de 16,2% e máxima de 23,5%!
Quando chegámos ao final da reta, ouvimos as vozes  das duas feras:
o Marialves e o Moura. Já tinham chegado ao topo há algum tempo, mas
como estava frio resolveram vir à procura dos impermeáveis deles. O Gil
e eu estavamos decididos a fazer o resto da subida, mas a chuva começou
a cair e resolvemos descer antes que o tempo piorásse. Já foi difícil fazer a
descida com o piso seco, nem quero imaginar como seria com o piso molhado.
Apenas falta referir que o Moura foi o primeiro a chegar ao alto, fazendo menos
4 minutos que o Marialves! Está como um cavalo!
Agora que eu sei como é, tenho de me preparar melhor para cá voltar...

Ficha Técnica

 

Parceiros: Gil, Marialves, Moura
Distância:

79,39 km

Tempo: 3 horas e 37 minutos
Média: 22,0 km/h
Clima: vento fraco

Coração:

144 bpm - Máxima de 190 bpm!!!

T. acumul.:

1724 m

Calorias: 3363 cal
Percurso:

Lugones, Oviedo, La Mazas, La Vega, Angliru, La Mazas, La Vega, Oviedo, Lugones

Observações:  
publicado por beirabike às 18:24
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De jmedeiros a 30 de Julho de 2012 às 07:58
Bonitas imagens no Angliru!
Continuação de boas férias aí no Brasil.
abraço
Jorge Medeiros

Comentar post

Próxima volta

Domingo, ida a Avis! ;-)
Total do mês
0 5 8 7 , 5 8 km
0 2 1 h 2 0 m 1 9 s

2017
0 6 6 3 6 , 1 9 km
2 3 4 h 5 8 m 3 1 s

2016
0 4 8 5 0 , 9 4 km
1 8 0 h 3 0 m 2 7 s

2015
0 1 3 5 0 , 0 0 km

2014
0 7 6 3 3 , 8 8 km
2 9 4 h 4 2 m 2 7 s

2013
0 3 2 4 3 , 2 9 km

2012
0 4 3 8 8 , 3 4 km

2011
0 5 6 5 7 , 5 1 km

2010
0 8 1 9 5 , 1 2 km

2009
1 5 7 4 4 , 3 1 km

2008
1 4 6 9 6 , 5 0 km

2007
1 4 0 5 0 , 9 7 km

Calendário online com feriados municipais, páscoa, carnaval, datas comemorativas e fases da lua

.posts recentes

. Batismo a Pomares, Lamega...

. Ida a Mata de Lobos...

. Volta ao contrário do hab...

. Passeio a Vila Velha de R...

. Passeio ao parque de camp...

. Passagem por Salgueiro do...

. Treino curto pela Gardunh...

. Dia do Trabalhador... e a...

. Liberdade, Liberdade...

. Voltar a Fátima!

.arquivos

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Setembro 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.links

.Contador

blogs SAPO

.subscrever feeds