Quinta-feira, 9 de Julho de 2009

Primeira volta nos Pirenéus...

Como tinha dito, acabei por ir mesmo à zona dos Pirenéus. É verdade que não deu para ir a Andorra por falta do BI do meu filho mais novo, mas mesmo assim valeu a pena.

 

Depois da ida a Lisboa, passando por Abrantes, e a uma média de 30km/h (Sim! E não me enganei, como alguns possam pensar! Com as paragens que fui fazendo, fazer esta volta a 20km/h era quase como as 24 horas de Le Mans... Não é difícil fazer esta média, ao contrário que possam pensar. O ano passado, mesmo com as limitações do meu companheiro de viagem, fizemos a uma média de 28km/h...), e de uma viagem de dois dias de carro até à Catalunha, o que eu queria era descansar. Mas as paisagens soberbas desta região da Catalunha convidaram-me desde o primeiro dia a fazer umas voltinhas, mesmo que pequeninas. E assim foi. Na véspera da etapa Barcelona-Andorra do Tour de France, fui reconhecer a subida de 1ª categoria ao alto do Coll de Serra Seca, entre Solsona e Coll de Nargó.

 

Saí a seguir ao almoço (desculpem não ter anunciado!). Até apanhar a estrada C-26 o vento soprava de frente e moderado a forte. Embora o percurso fosse relativamente plano, foi complicado pedalar a uma boa média... Ao virar para a C-26, fez-me lembrar a estrada de Valhelhas para Manteigas, pouco inclinada e junto a um rio. O pior foi a subida que veio seguir. Sem avisar, a estrada inclinou a 10% e parecia nunca mais acabar, embora a inclinação fosse diminuindo ao longo da subida. Perto do alto ainda encontrei um ciclista espanhol a fazer séries curtas. Depois de passar por ele, passou por mim a sprintar, mas eu não alterei o meu ritmo certinho. Quando começou a descer, reparei que vim ao meu encalço. Aí comecei a apertar. Ia de tal modo, que nem reparei no cruzamento para Cirera para onde devia cortar. Também à velocidade que eu ia, 73km/h, seria difícil virar... O espanhol acabou por passar por mim quando virei para cima. Ia a praguejar algo que não entendi!

 

Neste cruzamento começa uma subida, mas vi logo que não podia ser a de primeira categoria. Pouco depois veio uma descida com algumas curvas muito perigosas de tão apertadas que eram. Tenho pena de não ter visto como é que o pelotão passou por lá. A descida foi dar a uma praia fluvial que se eu tivesse tempo teria dado um mergulho. Durante este percurso, do cruzamento até à praia fluvial, tive a sensação que estava numa estrada que só eu por lá passava e que provavelmente a minha família por lá passaria se não se perdesse! É uma sensação estranha, pois estava no meio de uma floresta e numa região que não se conhece. Mas correu tudo bem. Junto ao rio veio um senhor me perguntar se eu sabia para que lado ficava o "Coll" de 1ª categoria. De onde vim não era certamente, mas ele disse que para a frente não viu nada de especial. Apenas uma pequena subida...

 

A seguir ao rio, a estrada começou a subir com uma inclinação razoável e em certos pontos até era plana ou com uma pequena declinação. A certa altura vi mais à frente aquilo a que o senhor chamou de uma pequena subida. Não era assim tão pequena, se tivermos em conta de onde ela partiu. É certo que a rampa de 13% (indicada numa placa) não era muito longa, mas era bem durinha. Vi depois que devido aos adeptos do Tour, os ciclistas tiveram muitos que parar nessa rampa. Felizmente e infelizmente, a minha família passou por mim neste ponto. Felizmente porque pude ser reabastecidos com água e infelizmente por significava que estava a chegar ao fim a minha aventura, pois tinha prometido aos meus filhos iria o resto do caminho com eles para que mais rapidamente os levasse à piscina. Só tive tempo para aproveitar a descida, onde ainda tirei uma foto junto à estátua de um ciclista conforme podem ver na foto abaixo.

 

Na volta ao parque de campismo, fizemos o caminho que os ciclistas iriam fazer no dia seguinte até Coll de Nargó. Fiquei tão deslumbrado com a descida a Coll de Nargó, que comecei logo a pensar numa maneira de a subir. Deixei para o dia seguinte...

 

Mais tarde publico as outras fotos.

 

 

 

Partida para o passeio.

Já na estrada que os ciclistas iriam fazer até ao

Coll de Serra Seca.

Praia fluvial...

Coll de Serra Seca ao fundo.

Coll de Serra Seca.

Estátua em homenagem ao Tour de France 2009,

no alto do Coll de Serra Seca.

A placa relativa à estátua.

 

 

Ficha Técnica

Parceiros: -
Distância:

52,81 km

Tempo: 2 horas e 12 minutos
Média: 24,0 km/h
Clima:

Vento moderado a forte e temperaturas entre os 23 e 33ºC.

Percurso: Oliana, Ogern, Castellar de la Ribera, Cirera, Odèn
Observações:

 Subida ao Coll de Serra Seca, com rampas de 13% e classificadas de primeira categoria no Tour de France 2009.

 

publicado por beirabike às 19:39
link do post | comentar | favorito
|

Próxima volta

Quinta-feira,... saída de manhã cedo em direção a Coimbra! ;-)
Total do mês
0 5 8 7 , 5 8 km
0 2 1 h 2 0 m 1 9 s

2017
0 6 6 3 6 , 1 9 km
2 3 4 h 5 8 m 3 1 s

2016
0 4 8 5 0 , 9 4 km
1 8 0 h 3 0 m 2 7 s

2015
0 1 3 5 0 , 0 0 km

2014
0 7 6 3 3 , 8 8 km
2 9 4 h 4 2 m 2 7 s

2013
0 3 2 4 3 , 2 9 km

2012
0 4 3 8 8 , 3 4 km

2011
0 5 6 5 7 , 5 1 km

2010
0 8 1 9 5 , 1 2 km

2009
1 5 7 4 4 , 3 1 km

2008
1 4 6 9 6 , 5 0 km

2007
1 4 0 5 0 , 9 7 km

Calendário online com feriados municipais, páscoa, carnaval, datas comemorativas e fases da lua

.posts recentes

. Batismo a Pomares, Lamega...

. Ida a Mata de Lobos...

. Volta ao contrário do hab...

. Passeio a Vila Velha de R...

. Passeio ao parque de camp...

. Passagem por Salgueiro do...

. Treino curto pela Gardunh...

. Dia do Trabalhador... e a...

. Liberdade, Liberdade...

. Voltar a Fátima!

.arquivos

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Setembro 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.links

.Contador

blogs SAPO

.subscrever feeds