Sábado, 4 de Julho de 2009

Lisboa à vista! ... e vão 8 mil!

Só esta segunda-feira, dia 6 de Julho, é que tive acesso à net para fazer a reportagem da minha super-hiper-mega volta.

 

A saída foi às 6h 30m. A temperatura era de 15ºC, mas um jornal ao peito foi mais do que suficiente para resguardar do "frio". A subida da Gardunha foi já sem o jornal. Pensava que ainda iria ter a companhia do Simões até Castelo Branco, mas não apareceu. Ó amigo Simões, podia ter aparecido! Mas se pensou em mim, agradeço na mesma.

 

A viagem correu muito bem até Nisa. Depois de Nisa é que as dificuldades apareceram. O vento, que tinha começado a sopra em Castelo Branco, fez questão de estar presente no resto do caminho. Até Abrantes foi sempre de frente e depois de Abrantes senti-o de lado na maior parte do percurso. Só nas rectas de Poiçeirão é que ficou mais a "jeito", isto é, a favor, mas voltou a ficar contra na parte final!

 

Mesmo a meio do percurso, na Bemposta, resolvi parar para compra uma coca-cola e comer o hamburger que trazia. Mas a ementa do Café-Restaurante Toca do Lobo fez-me mudar de planos. Por 7,50 euros tive direito a uma refeição completa com sobremesa. Soube-me muito bem o Bacalhau a Brás! Acho que me fez bem a pausa, pois estava muito calor a essa hora. Descansei cerca de 50 minutos e depois voltei à estrada.

 

 Depois do dono deste estabelecimento ter conhecimento que eu já tinha percorrido 176km e que ainda estava a meio, ficou pensativo por uns instantes e depois disse: É muito! Consideo esta a frase do dia.

 

É natural que depois do almoço o andamento ficasse limitado. Mas ao fim de 30 minutos estava tudo normalizado, pelo menos até Paço dos Negros. A partir desta localidade até Coruche foi um sobe e desce constante com o sofrimento atenuado só na passagem por Lamarosa onde encontrei uma fonte maravilhosa. Pena que fosse pequena, caso contrário teria dado um mergulho de corpo inteiro. Assim, conforme verão nas fotos, foram apenas os pés!

 

Aos 280 kms, pouco antes de Canha, encontrei-me com a minha família que tinha saído de casa muito depois de mim. Aproveitei para me abastecer de água pela última vez e segui viagem. É preciso uma força de vontade muito grande para ver partir a boleia...

 

Cheguei às 21h! O desgaste não foi tanto pelo sol, mas sim pelo vento fraco a moderado contra que apanhei. Posso dizer que não foi fácil... provavelmente se fosse atrás de outro a maior parte do tempo, chegaria bem melhor! Para a próxima espero ter o vento a favor...

 

Antes de acabar, gostaria de dizer mais duas coisas: a estrada entre o gavião e a barragem de Montargil ainda não está pronta (informação dada pela família que por lá passou!) e a estrada que eu pretendia fazer entre Lamarosa e Erra é em terra. Por isso tive que mudar o brasão que tinha previamente escolhido!

 

Reportagem fotográfica.

 

Nisa

Central Termoeléctrica de Abrantes.

Abrantes

Capela entre Abrantes e Bemposta.

No Toca do Lobo.

Povoação a seguir a Bemposta.

Um bode em Chaminé.

Igreja de Chouto.

A seguir a Chouto. Um bom lugar para comer qualquer coisinha...

A tal fonte em Lamarosa...

 

Para finalizar gostaria apenas de avisar aqueles ciclistas que andam com os braços "abertos" para que os juntem mais ao corpo. É que podem bater com o cotovelo o que dá uma dor do caraças! Já agora, cuidado com aqueles ciclistas que dizem que pedalam apenas com uma perna...

 

 

Esta foi uma magnífica volta de sete brasões (...e bem merecidos!). Assim, escolhi as seguintes freguesias: Rossio ao Sul do Tejo (Abrantes), Abrantes (Abrantes), Bemposta (Abrantes), Chouto (Chamusca), Parreira (Chamusca), São José da Lamerosa (Coruche) e Coruche (Coruche).

 

 

   

  

  

 

Ficha Técnica

Parceiros: Sombra e Virtual
Distância:

352,50 km

Tempo: 11 horas e 44 minutos
Média: 30,0 km/h
Clima:

Vento fraco a moderado e temperaturas entre os 15 e 41ºC.

Percurso: Covilhã, Fundão, Alpedrinha, Soalheira, Alcains, Castelo Branco, Sarnadas, Vila Velha de Ródão, Nisa, Arez, Casa Branca, Alvega, Concavada, Pego, Rossio ao Sul do Tejo, Abrantes, Arrifana, Bemposta, Chaminé, Água Travessa, Gorjão, Chouto, Parreira, Salvador, Matafome, Paço dos Negros, Lamarosa, Ameixial, Coruche, Rebocho, São Torcato, Fazenda das Figueiras, Canha, Lagoa do Calvo, Poceirão, Lagameças, Palhota, Pinhal Novo, Moita, Brejos da Moita, Coina, Pinhal de Frades
Observações:

Ao que parece, a estrada que liga Coruche a Canha passando pela Malhada Alta já está arranjada. 

 

publicado por beirabike às 06:16
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De pseudo a 6 de Julho de 2009 às 22:30
Amigo Rogério

Acabei por andar de bicla, mas saí mais tarde. Uma das razões por que não fui contigo até Castelo Branco foi efectivamente o não querer ser impecilho, pois ia fazer com que perdesses minutos preciosos. Como sabes o calor e o vento não são amigos dos ciclistas. Pois tal como tinhamos falado no Souto Alto e na Gardunha perde-los-ias, certamente, devido ao meu andamento (super pesado)...!!!. hem.

Um abração
De Pedro a 8 de Julho de 2009 às 17:08
Que grande média!!!!!
Hum n se terá enganado???
em vez de 30km/h 20km/h??????
De beirabike a 11 de Julho de 2009 às 20:46
Quando quiser acompanhar-me é só dizer! Pode vir de moto se não conseguir de bicicleta!
De jmedeiros a 22 de Abril de 2011 às 15:09
Parabéns!
Foi a maior kilometragem num só dia?
Abraço
Jorge Medeiros-Seia
De jmedeiros a 20 de Fevereiro de 2012 às 13:23
Grande Rogério!
Foi um prazer ir á Régua contigo.
Um abraço
Jorge Medeiros

Comentar post

Próxima volta

Domingo, ida a Avis! ;-)
Total do mês
0 5 8 7 , 5 8 km
0 2 1 h 2 0 m 1 9 s

2017
0 6 6 3 6 , 1 9 km
2 3 4 h 5 8 m 3 1 s

2016
0 4 8 5 0 , 9 4 km
1 8 0 h 3 0 m 2 7 s

2015
0 1 3 5 0 , 0 0 km

2014
0 7 6 3 3 , 8 8 km
2 9 4 h 4 2 m 2 7 s

2013
0 3 2 4 3 , 2 9 km

2012
0 4 3 8 8 , 3 4 km

2011
0 5 6 5 7 , 5 1 km

2010
0 8 1 9 5 , 1 2 km

2009
1 5 7 4 4 , 3 1 km

2008
1 4 6 9 6 , 5 0 km

2007
1 4 0 5 0 , 9 7 km

Calendário online com feriados municipais, páscoa, carnaval, datas comemorativas e fases da lua

.posts recentes

. Batismo a Pomares, Lamega...

. Ida a Mata de Lobos...

. Volta ao contrário do hab...

. Passeio a Vila Velha de R...

. Passeio ao parque de camp...

. Passagem por Salgueiro do...

. Treino curto pela Gardunh...

. Dia do Trabalhador... e a...

. Liberdade, Liberdade...

. Voltar a Fátima!

.arquivos

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Setembro 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.links

.Contador

blogs SAPO

.subscrever feeds