Sábado, 13 de Junho de 2009

Baptismo a Videmonte...

 

Depois da tempestade que se abateu sobre a minha vida, aqui estou eu de regresso!

 

Fiquei a saber esta semana que há quem pense que fazer voltas grandes é uma estupidez. Já me tinham chamado de mentiroso, agora também me chamam de estúpido...  Mas talvez tenham uma certa razão, pois é preciso um certo grau de insanidade mental para fazer o que às vezes fazemos. No entanto, acho que não fica bem qualificar o que os outros fazem só porque não o fazemos, seja por falta de gosto ou incapacidade!

 

Mas deixemos os desabafos e passemos ao que realmente interessa: a volta de hoje! Finalmente chegou o dia em que estavam reunidas as condições para fazer um baptismo a Videmonte. É certo que a temperautra prometia ser bem alta, mas isso nunca me assustou...

 

Antes de chegar a Videmonte, praticamente à saída de Trinta, temos um belo miradouro...

 

com vistas para Trinta,

Videmonte,

e para a Guarda

Aqui a minha bicicleta outra vez com a roda da frente em carbono!

 

Quando cheguei a Videmonte, fiquei supreendido com o tamanho da povoação e o seu movimento. Aliás, fiquei intrigado com um camião TIR que passou por mim na subida para Videmonte e que não faço ideia para onde foi! Que eu saiba, Videmonte tem duas saídas: uma por onde entrei e a outra por onde saí. O camião até poderia ter saído por esta última, mas não sei porquê, não acredito!

 

Igreja Matriz de Videmonte.

Casa bem conservada e no centro de Videmonte.

Torre da igreja a indicar o meu caminho...

 

Diga-se de passagem que a estrada para Videmonte não poderia estar melhor. No entanto, a que vai para Prados devia ser arranjada. É uma pena que por tão pouco esteja como está. Não é que não dê para andar...dá perfeitamente. Aliás, estava à espera que estivesse muito pior, caso não estivesse também arranjada!

 

Descida para Prados.

Prados

Prados

De Prados fui para a esquerda para Assanhas tendo em mente a ida para Gouveia e daqui subir para Manteigas. Ainda passei perto de Linhares da Beira,

Linhares da Beira

 De Linhares da Beira fui para Carrapichana, na estrada da Beira. Daqui até Gouveia é praticamente sempre a rolar...

 

A subida de Gouveia até Manteigas é bastante longa com cerca de 12 km seguidos a subir, mas com pouco declive. Indo com um pouco de atenção, é fácil encontrar pontos de água. Eu encontrei quatro nos primeiros 12km (ver observações da ficha técnica).

 

Perto do cruzamento para Seia encontramos este "monumento". Será a Cabeça do Velho?

Cabeça do Velho?

 

Nesta subida já o calor apertava. Mas em termos de temperatura, o pior ainda estava para vir...

 

Estava a chegar a melhor parte do percurso: a descida para Manteigas!

Manteigas vista das Penhas Douradas.

Subida de Manteigas para os Piornos. Sempre imponente!

Ainda deu para cumprimentar estes dois pastores. Sob

o efeito do calor, pensavam que eu era uma miragem...

 

De Manteigas para a Covilhã, devo ter parado em todas as fontes para me refrescar e beber um pouco de água. Um erro! Não se deve beber mais do que o necessário!

 

Para finalizar, deixo aqui mais dois brasões, o de Videmonte (Guarda) e o de São Paio (Gouveia). 

 

    

 

 

Ficha Técnica

Parceiros:  -
Distância:

154,65km

Tempo: 6 horas 16 minutos
Média: 24,6 km/h
Clima: Vento fraco  e temperaturas entre os 22 e 43ºC.
Percurso: Covilhã, Canhoso, Orjais, Valhelhas, Famalicão, Fernão Joanes, Meios, Trinta, Videmonte, Prados, Assanhas, Carrapichana, Vila Cortês, São Paio, Gouveia, Manteigas, Sameiro, Vale de Amoreira, Valhelhas, Orjais, Canhoso,  Covilhã
Observações:

Na subida de Gouveia para Manteigas, nos primeiros 12 km temos água aos kilómetros 1.5, 2.5, 7 e 8.5.  

 

publicado por beirabike às 21:41
link do post | comentar | favorito
|

Próxima volta

Amanhã, dia 12 de outubro a caminho do Angliru, Gamoniteiro e Lagos de Covadonga! Os invejosos que fiquem a morder-se!
Total do mês
0 8 3 8 , 2 6 km
0 3 1 h 4 7 m 5 3 s

2017
0 9 8 8 5 , 6 1 km
3 5 6 h 5 1 m 3 9 s

2016
0 4 8 5 0 , 9 4 km
1 8 0 h 3 0 m 2 7 s

2015
0 1 3 5 0 , 0 0 km

2014
0 7 6 3 3 , 8 8 km
2 9 4 h 4 2 m 2 7 s

2013
0 3 2 4 3 , 2 9 km

2012
0 4 3 8 8 , 3 4 km

2011
0 5 6 5 7 , 5 1 km

2010
0 8 1 9 5 , 1 2 km

2009
1 5 7 4 4 , 3 1 km

2008
1 4 6 9 6 , 5 0 km

2007
1 4 0 5 0 , 9 7 km

Calendário online com feriados municipais, páscoa, carnaval, datas comemorativas e fases da lua

.posts recentes

. Volta durinha por Fornos ...

. Volta teste...

. Mais vale pouco que nada!

. Fugindo ao calor...

. Subida à Torre

. De Seia a Salamanca ou qu...

. Volta inédita...inovando ...

. Subida à Serra

. Ida a Avis!

. Eu... Miro

.arquivos

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Setembro 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.links

.Contador

blogs SAPO

.subscrever feeds