Sexta-feira, 30 de Março de 2012

Primeira ida a Espanha em 2012!

Depois de um dia de descanso volto à estrada e desta vez fui a Espanha. Uma volta há muito conhecida, mas mesmo assim eu consegui inovar e fazer um batismo. Aproveitei esta volta para passar pela primeira vez por Eljas.

 

Eljas es una población de Sierra de Gata literalmente colgada sobre las faldas del Sistema Central. Es uno de los pueblos con mejores vistas de la Sierra. Los "lagarteiros", que así se denominan sus habitantes, pasan por poco de los 1.000 y al igual que sus vecinos de San Martín de Trevejo y Valverde, hablan entre sí una lengua propia, "A fala", cuyos orígenes se pierden en la noche de los tiempos.

(fonte: http://www.turismosierradegata.com/pueblos/eljas.html)

 


À saída para esta volta apercebi-me que o travão de trás não estava a funcionar muito bem. Depois de travar ele não recuperava e assim o esforço que eu tinha de despender era muito maior. Resolvi abrir um pouco e praticamente não o utilizei para travar. Apenas por duas vezes, mas logo a seguir parava e voltava a abri-lo! É que pedalar sem nada a travar é bem mais fácil! :-)

 

De referir que esteve um lindo dia com sol e muito vento à mistura. É certo que estava menos do que na quarta-feira, mas mesmo assim não estava fácil!!!

 

 Vista do meu cockpit...
Penamacor ao fundo e Espanha muito perto... 
 Fiel companheiro! Este nunca me traiu!
Viragem para Eljas! 
Já perto da povoação, um morador todo cultural! Um espetáculo!!!
"Solo sé que no sé nada...y eso ya és mucho"
 Entrada da povoação.
A fonte de sempre! Bela água e já perto de Navasfrias. 
 Claro, Portugal!
 Está verde ou vermelho? Casteleiro...
 

 

 

Ficha Técnica

 

Parceiros: -
Distância:

191,98 km

Tempo: 7 horas e 32 minutos
Média: 25,5 km/h
Clima: vento moderado a forte

Coração:

139 bpm

T. acumul.:

2515 m

Calorias: 6352 cal
Percurso:

Covilhã, Peroviseu, Capinha, Penamacor, Valverde del Fresno, Eljas, San Martin de Trevejo, Navasfrias, Lajeosa da Raia, Aldeia Velha, Alfaiates, Nave, Vila Boa, Rendo, Sabugal, Santo Estêvão, Terreiro das Bruxas, Casteleiro, Caria, Canhoso, Covilhã

Observações:  
publicado por beirabike às 23:34
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 28 de Março de 2012

Vai à Mêda...vento

Pois é! Ainda não sou louco o suficiente para fazer uma volta passando por estas terras todas e saindo da Covilhã. Mas aqueles que me conhecem sabem que também é raro ir de carro até algum ponto e de lá fazer uma volta grande. Tem de haver um bom motivo. E neste caso existe! Aproveitei que tinha de ir à Decathlon entregar o material que já não utilizo e idealizei esta grande volta. Já tenho outra caso seja necessário voltar à Decathlon.

 

 
Podem tirar o cavalinho da chuva porque não foi a bicicleta que fui lá deixar!

 

 

 O dia começou com esta vista aérea sobre Porto da Carne.
A estrada entre Velosa e Vila Franca das Naves está
com um tapete novo. Até dá gosto pedalar! 
 Tanta vez passei por Trancoso e nunca tinha visto esta capela!
 Outra vista inédita sobre Trancoso.
 Em Golfar apanhei água.
 Chegada a Moreira de Rei. Estas pedras fazem-me lembrar qualquer coisa...
 ...e logo a seguir à curva vinha a entrada da povoação.
 Fica aqui a foto para quem não conhece A do Cavalo.
 Casteição! Numa foto apanhei todos os monumentos mais importantes! :-)
É uma freguesia pequena com apenas 119 habitantes mas muito bem
organizada. Muito bonito, pelo menos ao longe!
 Uma das freguesias mais pequenas com apenas 67 habitantes. Não vi nenhum!!!
 Outeiro de Gatos. Outra freguesia de Mêda com 347 habitantes.
Fica para uma próxima!
 Primeira passagem por Mêda. Ainda me perdi. Valeu o GPS!
 Chegada a Longroiva! Há quanto tempo eu pensava em passar por aqui?!
 Pena terem transformado este belo castelo em cemitério...
 Igreja de Longroiva. Esta freguesia tem 286 habitantes e aqui vi muita gente!
Ponto de viragem. Aqui começou o regresso. A IP2 já está completa até Vila Nova
de Foz Côa. Será que já vai até ao Pocinho? 
 Serra da Marofa sempre a seguir o meu percurso...
Bela subida até Touça! 
Outra perspectiva da subida com Vila Nova de Foz Côa ao fundo. 
 Vi pelo menos dois fogos. Este preocupou-me porque o fumo vinha para a
estrada. Estava com medo de ficar sem ar, mas correu tudo bem.
 Em Touça, viragem outra vez para Mêda.
 Passagem por Fonte Longa. Existe uma estrada que passa ao lado, não sendo
necessário entrar na Freguesia. Mas como era a primeira vez, quis entrar! Esta
freguesia tem 130 habitantes. É curioso que aqui onde parei para tirar esta
foto, perguntei a uma senhora por uma fonte. Ela disse, "bata a essa porta"!
Não estava a entender. Só quando ela disse que não sabia se ele estava é
que vi que havia um equívoco. Ela pensou que eu estava a perguntar pelo
Afonso! Ha! Ha! Ha! Ha! Ha! Ha! Ha!
Como se não bastasse todo o vento que apanhei, as subidas
duras que realizei, ainda tive de pedalar neste tipo de piso! 
 Era isto o que eu procurava! Não encontrar uma fonte em
Fonte Longa seria o cúmulo!
 Aqui vê-se a dificuldade da subida na saída de Fonte Longa para Mêda.
 Fonte Longa ficava para trás...
...mas no alto ainda havia esta capela. 
Mais uma freguesia de Mêda. Esta com 443 habitantes. Nesta volta passei por
cerca de metade das freguesias de Mêda! 
Outra vez Mêda! Foi aqui que na primeira passagem me ia enganando. 
 Mais uma subida. Desta vez era suave. Subida para Marialva. Outra freguesia
de Mêda com 255 habitantes. Esta eu já conhecia da
Rota das Aldeias Históricas em BTT.
 Não tinha é visto o castelo deste ponto de vista!
Dois belos castelos para visitar: Longroiva e Marialva.
Perdão! O primeiro é um cemitério! 
Barreira. Quando eu pensava que as coisas iam melhorar... 
 ...desci a rampa ao fundo e subi esta. A mais dura do dia! Aqui no alto recebi
o telefonema do meu amigo Medeiros! Jorge, acredita que esta é dura!
 Está resolvido o dilema. Tinham dito que eu tinha perdido o juízo, pois
acabei de o encontrar!
 Foto em Gabriel, logo após apanhar água em Madalena. Ainda faltava bastante
até chegar à Guarda e continuava a subida com vento contra!
 Serra da Marofa. Este foi o momento em que estive mais próxima desta
sempre presente Marofa.
 


Ver Guarda - Mêda num mapa maior

 
 
 
Este foi um grande passeio de quatro brasões: Mêda (Mêda), Longroiva (Mêda), Fonte Longa (Mêda) e Marialva (Mêda).
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Ficha Técnica

 

Parceiros: -
Distância:

175,98 km

Tempo: 7 horas e 24 minutos
Média: 23,8 km/h
Clima: vento moderado e forte

Coração:

134 bpm

T. acumul.:

2635 m

Calorias: 5902 cal
Percurso:

Guarda, Alvendre, Sobral da Serra, Amoreiras, Velosa, Vila Franca da Naves, Tamanhos, Trancoso, Golfar, Moreira de Rei, Moreirinhas, A-do-Cavalo, Casteição, Paipenela, Mêda, Longroiva, Touça, Fonte Longa, Poço do Canto, Mêda, Marialva, Barreira, Gateira, Juizo, Madalena, Gabriel, Souro Pires, Freixedas, Gouveias, Carvalhal, Rapoula, Guarda, Arrifana, Guarda

Observações:  
publicado por beirabike às 20:39
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 25 de Março de 2012

Fajão com todos...

Quero aproveitar este momento para lamentar a morte do meu querido Chico Anysio e prestar aqui a minha homenagem. Homem com um humor fino e único, que tive o privilégio de acompanhar sua riquíssima carreira durante a minha juventude enquanto vivi no Brasil. Obrigado Chico!

 

1931 - 2012
 
No dia em que mudou a hora (adiantou uma hora) é que resolvemos sair mais cedo. Mas para a volta que era tinha de ser assim mesmo! Era para sair às 8h25m, mas devido a um atraso em Seia, acabei por sair apenas às 8h55m. Cheguei às Pedras Lavradas um pouco antes de chegarem os meus companheiros. Ainda deu tempo para apanhar água na fonte, pois tinha ido quase sem água!

 

Confesso que fiquei surpreendido com a volta escolhida pelo Jorge depois de um mês quase sem andar. Mas ele é assim mesmo. Tem uma força de vontade e determinação única. É difícil encontrar alguém tão "louco" (no bom sentido, Jorge! :-)) a ponte de se meter numa serra que não conhece para fazer um percurso de 150km. Vi o Jorge sofrer muito e onde outros teriam parado para descansar, ele mantinha-se firme! Valente Homem!!! Só São Jorge para o dobrar...

 

Mas o Jorge trouxe com ele valiosa companhia. Mesmo que conhecessem a região e sua dureza, acredito que o teriam acompanhado nesta volta. Tomo a liberdade de vos convidar para a volta a Salamanca na semana santa. O Jorge é que está a organizar! 

 

A minha intenção era acompanhar a malta até Avô e depois subir às Pedras Lavradas, mas dado ao adiantar da hora tive de virar no alto da estrada panorâmica do Ceira para o Piódão. Mesmo assim, conforme previsto pelo Cavacas, já cheguei de noite ao Ourondinho. Valeu-me a boleia para chegar a tempo ao jantar!

 

Obrigado a todos!

 

Quarta-feira, se o tempo permitir, vou a Mêda! Mais uma aventura...

 

 

 

\
Rica flora da serra 
 Passagem por Sobral de São Miguel...
 O Jorge depois de Vale Cerdeira e a caminho de São Jorge. Mal sabia ele o que
por lá vinha, mesmo tendo avisado várias vezes!!!
 O Pedro na sua tranquilidade...
 Jorge em São Jorge da Beira
Cavacas na chegada a Meãs.
 Unhais-o-Velho, paragem para abastecimento de água...
 ...na mesma fonte de sempre!
 Aqui não havia quase água! :-(
 Ponte de Fajão. A paisagem fazia lembrar a Suíça.
 Jorge e Salvador com vertigens não arriscaram subir o penedo!
 O Pedro e o Cavacas foram os mais corajosos.
O Fernando ainda subiu mais do que eu!
 Todos preparados para a descida até Fajão.
 Foto de Família à entrada de Fajão
 Já tinha passado por Fajão, mas sem nunca ter entrado na povoação.
Muito bonito! Vale a pena visitar.
Igreja de Fajão
Tudo muito arrumadinho... 
 No lado de fora do restaurante. A hora ainda era de inverno!
 Mais um pormenor...
 Irresistível Piodão!
 Pedras Lavradas já perto do anoitecer.
 

 

 

Este foi um passeio de quatro brasões: Vidual (Pampilhosa da Serra), Fajão (Pampilhosa da Serra), Vide (Seia) e Teixeira (Seia).

 

 

 

 

Ficha Técnica

 

Parceiros: Jorge, Cavacas, Fernando, Pedro e Salvador
Distância:

175,01 km

Tempo: 8 horas e 8 minutos
Média: 21,5 km/h
Clima: vento moderado nas terras altas

Coração:

140 bpm

T. acumul.:

3408 m

Calorias: 6449 cal
Percurso:

Covilhã, Tortosendo, Ourondinho, Unhais da Serra, Pedras Lavradas, Sobral de São Miguel, Pereiro, Casal de Santa Teresinha, Vale Cerdeira, São Jorge da Beira, Meãs, Unhais o Velho, Malhada do Rei, Vidual, Fajão, Ponte de Feijão, Piódão, Vide, Teixeira, Pedras Lavradas, Unhais da Serra, Ourondinho

Observações:  
publicado por beirabike às 21:57
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quinta-feira, 22 de Março de 2012

Finalmente...Famalicão e Faia!

Como previsto pela meteorologia, hoje o vento foi mais brando e possibilitou uma volta tranquila.

 

Saí já passavam das 13h 30m quando sai. Atrasei-me um pouco na saída e por isso a chegada já foi muito perto das 19h. Mas ainda havia luz do dia. Mas valeu a pena, pois fui fazer um percurso há muito imaginado. Por causa do atraso inicial e da vontade de passar na Decathlon, acabei por encurtar a volta e passar por outra povoação também há muito agendada.

 

Provavelmente poucos ciclistas conhecem esta capela à saída de Valhelhas... 
Bela estrada que liga Valhelhas a Famalicão. Isto é o que eu chamo de espírito
aventureiro. É isto o que eu procuro no ciclismo, conhecer a região cada vez
melhor. Só o pedalar já é bom, mas há que aproveitar o esforço e conhecer
cada vez mais lugares novos! Julgo que poucos terão passado por aqui! 
A igreja está recuperada, mas a mansão está em ruínas.
Igreja de Famalicão...
...a capela à saída. A partir daqui o percurso torna-se bastante duro. Até me
avisaram que provavelmente teria de fazer uma parte à mão, dado a
inclinação. Era de esperar esta dureza, pois até Famalicão o desnível
é pouco. Bem durinho! É fácil de identificar esta subida no mapa da
altimetria abaixo.
Barragem do Caldeirão. A estrada de Fernão Joanes para Maçaínhas está
que dá gosto!!!
Na parede da Barragem do Caldeirão.
Igreja Matriz de Faia. Esta igreja é do século XIV. Isto é que tem história...
 
 
 

 

 

Este foi um passeio de três brasões: Vila Soeiro (Guarda), Mizarela (Guarda) e Faia (Guarda).

 

 

 

Ficha Técnica

 

Parceiros: -
Distância:

125,17 km

Tempo: 4 horas e 58 minutos
Média: 25,2 km/h
Clima: vento fraco a moderado

Coração:

149 bpm

T. acumul.:

2080 m

Calorias: 4341 cal
Percurso:

Covilhã, Canhoso, Orjais, Valhelhas, Famalicão, Fernão Joanes, Meios, Corujeira, Pêro Soares, Vila Soeiro, Mizarela, Faia, Chãos, Prado, Cubo, Guarda, Alfarazes, Santa Cruz, Vendas da Vela, Gaia, Ginjal, Belmonte, Caria, Canhoso, Covilhã

Observações:  
publicado por beirabike às 22:41
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 15 de Março de 2012

Para recuperar há que pedalar!

O melhor depois de um dia mais difícil é pedalar menos quilómetros e a um ritmo mais suave. E foi isso mesmo que eu fiz, muito porque a temperatura vai baixar e a chuva pode aparecer. Quem gosta de chuva e frio é pinguim! :-)

 

 
Mesmo sendo uma volta de recuperação o percurso não foi fácil... E agora é ainda pior, pois estou morando num ponto mais alto na Covilhã.

 

A poucos dias de chegar a primavera, os campos já estão lindos!
 
Quase tão bonito como a amendoeira em flor é
o pessegueiro em flor.
 
 

Ficha Técnica

 

Parceiros: -
Distância:

100,79 km

Tempo: 3 horas e 46 minutos
Média: 26,8 km/h
Clima: vento fraco a moderado

Coração:

144 bpm

T. acumul.:

1201 m

Calorias: 3564 cal
Percurso:

Covilhã, Peroviseu, Capinha, Penamacor, Meimoa, Vale da Senhora da Póvoa, Terreiro das Bruxas, Casteleiro, Caria, Canhoso, Covilhã

Observações:  
 
publicado por beirabike às 20:54
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 14 de Março de 2012

Volta maior do que imaginado...

Hoje saí com a ideia de fazer cerca de 135km, mas no final contabilizei mais 20km. O suficiente para chegar de rastos...

 

Sinto que estou longe de uma forma ideal, muito longe... mas mesmo assim, deu para chegar a Castelo Branco com média superior a 31 km/h. Esta média não foi alcançada à custa de um vento a favor, nem foi prejudicada por um vento contra, muito porquê ele estava mais de lado. Mas o preço desse "empenho" foi pago depois de Pedrógão de São Pedro. Sou houve um remédio, abrandar e pedalar até casa. Cheguei hoje mais cansado do que no dia que foi para Vila Real!!! :-)

 

Castelo Branco
Fonte maravilhosa em Escalos de Cima 
Ainda parte da mesma fonte...
Monsanto sempre à espreita... 
Fonte da Capinha...
...vista ao pormenor!
 

Ficha Técnica

 

Parceiros: -
Distância:

155,48 km

Tempo: 5 horas e 37 minutos
Média: 27,7 km/h
Clima: vento moderado

Coração:

149 bpm

T. acumul.:

1597 m

Calorias: 5296 cal
Percurso:

Covilhã, Fundão, Alpedrinha, Soalheira, Alcains, Castelo Branco, Escalos de Cima, São Miguel D'Acha, Pedrógão de São Pedro, Penamacor, Capinha, Peroviseu, Covilhã

Observações:  
publicado por beirabike às 20:31
link do post | comentar | favorito
|

Próxima volta

Repouso...
Total do mês
1 9 7 3 , 4 0 km
0 7 1 h 1 6 m 2 6 s

2017
0 3 8 7 6 , 4 7 km
1 4 0 h 1 4 m 3 6 s

2016
0 4 8 5 0 , 9 4 km
1 8 0 h 3 0 m 2 7 s

2015
0 1 3 5 0 , 0 0 km

2014
0 7 6 3 3 , 8 8 km
2 9 4 h 4 2 m 2 7 s

2013
0 3 2 4 3 , 2 9 km

2012
0 4 3 8 8 , 3 4 km

2011
0 5 6 5 7 , 5 1 km

2010
0 8 1 9 5 , 1 2 km

2009
1 5 7 4 4 , 3 1 km

2008
1 4 6 9 6 , 5 0 km

2007
1 4 0 5 0 , 9 7 km

Calendário online com feriados municipais, páscoa, carnaval, datas comemorativas e fases da lua

.posts recentes

. Voltar a Fátima!

. Ida a Fátima!

. Vento, vento e mais vento...

. Primeira volta de 2017 pe...

. Volta Santa!

. Volta inédita pelas banda...

. Objetivo: Linhares da Bei...

. Obrigado 'Senhor'

. Batismo a Codeceiro!

. O meu Granfondo...

.arquivos

. Abril 2017

. Março 2017

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Setembro 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.links

.Contador

blogs SAPO

.subscrever feeds