Quarta-feira, 30 de Maio de 2007

Último passeio de Maio

Para o último passeio de Maio propôs o amigo Cavaca um baptismo. É necessário dizer aqui a vantagem e desvantagem dos baptismos: a vantagem é conhecer lugares novos, não tornando as voltas monótonas; a desvantagem é que não conhecemos o percurso de antemão, podendo vir a ter surpresas desagradáveis. Claro está que a vantagem supera a desvantagem. Nós não somos tontos a ponto de fazer voltas novas sem que o saldo seja positivo!

 

A volta de hoje não foi exactamente a que tínhamos estipulado. A média baixa que levávamos a meio do percurso, fez com que a encurtássemos em cerca de 10km. Assim, a volta final foi a seguinte:

 

Covilhã-Tortosendo-Ourondinho-Paúl-Ourondo-Aldeia de São Francisco-Barroca Grande-Minas da Panasqueira-São Jorge da Beira-Meãs-Unhais o Velho-Portela de Unhais-Selada Porta-Machialinho-Carregal-Pisão-Dornelas do Zêzere-Barroca-Silvares-Lavacolhos-Souto da Casa-Fundão-Souto Alto-Covilhã.

 

Dados do percurso:

Distância: 121Km

Velocidade média: 21,8Km/h

Altimetria acumulada: 2122m

Ponto mais alto: 907m

Temperatura máxima: 30ºC

Temperatura mínima: 13ºC

Inclinação máxima: 23%

 

Neste passeio fomos quatro os aventureiros: Cavaca, Nuno, Marco e eu.  Foi um passeio de sobe e desce, característico daquela região serrana, conforme podemos constatar pelo gráfico da altimetria.

 

 

Da Barroca Grande até Dornelas do Zêzere foi baptismo! O problema foi quando chegámos a São Jorge da Beira.

 

 

Nesta povoação, a estrada principal e que passa pelo centro, estava fechada para obras. Por isso, tivemos que ir à volta, entrando por uma estrada lateral à povoação, atravessando a mesma e saindo pelo alto. Neste percurso, demos com uma estrada serpenteada que volta e meia empinava e parecia que nos queria impedir de avançar. Foi uma luta hercúlea, semelhante àquela travada por São Jorge contra o dragão... (Cheguei a pensar que o nome desta povoação se devia, de algum modo, a este facto). No fim, também nós saímos vitoriosos, chegando ao alto estafados. No entanto, para alguns a luta foi mais dura e se tivéssemos levado um "pé de cabra" teria ajudado a despregá-los...

 

Quando estivermos recuperados psicologicamente desta luta, prometemos lá voltar e fazer a volta completa por Urgueiro.

 

Boas pedaladas!

publicado por beirabike às 21:13
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sábado, 26 de Maio de 2007

Baptismo em Piodão a 26 de Maio de 2007

 

Esta foi uma das paisagem que o passeio de hoje nos proporcionou. São as vista do Alto do Soito da Ruiva sobre Sobral Gordo.

 

Eu quase que nem acretido! Em pouco tempo pensámos em ir ao Piodão e já lá fomos!!!!

Foi uma volta dura, mas muito gratificante. Vamos lá contar a história desta volta desde o começo.

 

Hoje fomos cinco aventureiros: Cavaca, António, Nuno, Alberto e eu (naturalmente)! O Nuno e o Alberto não se sentiram em forma para fazer a volta completa e voltaram pouco depois de Teixeira. Quando lerem este blog, vão certamente ficar com vontade de a completar...

 

Vamos começar com os dados técnicos:

 

Percurso: Covilhã-Tortosendo-Unhais-Teixeira-Vide-Ponte da Três Entradas-Avô-Pomares-Argoal-Soita da Ruiva-Piodão-Vide-Teixeira-Unhais-Tortosendo-Covilhã.

 

Altimetria acumulada: 2615m

Altimetria máx: 993m

Distância: 165km

Tempo: 7h 39m

Média: 21,7 Km/h

Temperatura mínima: 13ºC

Temperatura máxima: 30ºC

 

 

 

De Vide à Ponte das Três Entradas já nós conhecíamos: apenas o António era novato por estas bandas! Da Ponte das Três Entradas até ao cruzamento para Avô passámos a ser dois novatos; o Cavaca já fazia esta estrada para Coimbra há muitos anos... A partir daqui foi baptismo para todos (outra vez?). No mapa da altimetria, Avô fica antes no vértice mais abaixo. A partir daqui, a estrada está muito boa e vai subindo vale a dentro e com uma inclinação muito suave, embora o gráfico da altimetria possa enganar. Passamos Pomares e Argoal sem problemas, até chegarmos a Sobral Magro. A partir daqui muita atenção! É uma subida que vai sempre entre os 6% e os 16%. Na primeira etapa subimos cerca de 280m em 3km e estamos em Soito da Ruiva. A seguir, subimos cerca de 250m em 2,5km. Neste ponto, encontramos a estrada que vem de Sobral Gordo  e estamos a uma altitude de 970m.

 

Foi mais ou menos aqui que o Cavaca furou pela primeira vez. Sim a primeira, porque voltou a furar à saída de Piodão. Um azar nunca visto!

 

Do alto do Soito da Ruiva até ao Piodão é sempre a rolar e a descer. O problema é mesmo chegar até ao alto.

 

Do Piodão para Vide, nos primeiros kilometros a estrada foi toda nossa. A razão é que uma enxurrada levou por completo uma curva, não deixando caminho para os carros. Conclusão: a estrada é nossa! Naturalmente os carros têm outro acesso a Vide indo pelo cimo de Vide...

 

De Vide para casa não houve mais incidente que mereça ser mencionado, a não ser a chuva que havia caído no Tortosendo e ameaçava cair outra vez quando por lá passávamos.

 

Por fim, fica aqui a intenção de voltar a subir a serra pelo lado de Avô, mas sair do outro lado da serra...indo parar a Silvares ou mesmo à estrada de vem de Castelo Branco.

 

Aquele abraço.

publicado por beirabike às 23:26
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Ida a Alentejo (25/5/2007)

Está a ficar preocupante, pois já vai virando moda fazer alguns passeios a solo. O amigo Cavaca não pôde acompanhar neste passeio a Alentejo, o que o deixou muito triste. Mas a vida é assim mesmo...

 

Alentejo é uma pequena povoação que fica a seguir a Vide.

 

Aqui fica a informação das povoações por onde passei neste passeio:

 

Covilhã-Tortosendo-Unhais da Serra-Teixeira-Vide-Parente-Alvôco das Várzeas-Alentejo-Parceiro-Rio de Mel-Vide-Teixeira-Unhais da Serra-Tortosendo-Covilhã.

 

No total foram 132km percorridos em 5h, com uma altimetria acumulada de 1910 metros. Deixo aqui o gráfico da mesma para quem quiser lá ir saber com o que pode contar!

 

 

A estrada até Alvôco das Várzeas está aquele espectáculo que todos nós conhecemos! Piso bom e paisagem deslumbrante. À entrada de Alvôco, à direita, asfaltaram uma nova estrada e que vai para Alentejo. Não tendo as vistas do rio, não deixa de ser uma estrada com uma paisagem muito agradável. Acompanha a serra acima, com pouco declive atingindo apenas os 11% uma curva ou noutra. Em Alentejo, acaba a estrada nova e a tranquilidade. Começa uma rampa que atinge os 19% de inclinação máxima, conforme podem ver no mapa da altimetria. Neste dia não levei máquina fotográfica pois ameaçava chover, como veio a acontece, embora eu não a tenha levado de cima para baixo. só de baixo para cima!!!!! Quando passei em Vide pela segunda vez, estava a estrada encharcada. Livrei-me de uma boa!

 

No entanto, deixo aqui a seguinte imagem do google earth.

 

Ainda não foi desta que deixou de haver baptismo. Estamos sempre a conhecer estradas novas. Por isso já sabem: quando quiserem conhecer lugares novos, juntem-se a nós!

 

Aquele abraço.

 

publicado por beirabike às 21:43
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 24 de Maio de 2007

Grande passeio pela Serra da Estrela

Desta vez já fomos quatro, pelo menos até aos 45km. Tivemos (Cavaca, João Venâncio e eu) a presença agradável do amigo Nuno. Fez boa companhia até onde entendeu que podia, visto não andar de bici há muito tempo. Deixo aqui em nome de todos, um muito bem haja pela tua companhia, e fazemos votos que volte rapidamente à sua melhor forma.

 

O percurso não era fácil. Tinha uma altimetria acumulada de 2420m, subindo até aos 1400m e descendo até aos 270m. Aqui fica a altimetria do percurso que teve 175km.

 

Este percurso também teve baptismo para todos (uns mais outros menos) como não podia deixar de ser.

 

O percurso foi o seguinte: Covilhã-Canhoso-Orjais-Valhelhas-Manteigas-Penhas Douradas-Seia-Torroselo-São Paio de Gramaços-Penalva de Alva-Ponte das Três Entradas-Vide-Pedras Lavradas-Unhais-Tortosendo-Covilhã.

 

Tivemos direito a um pequeno "banho" com os chuviscos que caíram entre Vide e as Pedras Lavradas. Souberam bem pois foi um dia muito quente. A temperatura máxima atingiu os 35º durante este passeio.

 

Ao passarmos por Parente, antes de Vide, vimos uma estrada que o Cavaca já tinha referido e que vai para Alentejo e Parceiro. Ficámos com água na boca e vamos lá durante esta semana. Era para ser quarta-feira, mas por alguns impedimentos ficou para sexta-feira se não chover.

 

Aquele abraço.

 

 

publicado por beirabike às 23:38
link do post | comentar | favorito
|

Ida a Teixeira de Baixo

Pois é, resolvi fazer uma visita a solo a Teixeira de Baixo.

 

É um passeio agradável pela serra acima até às Pedras Lavradas. No fim dá cerca de 90km de percurso.

 

Saí da Covilhã à tarde por volta das 14h 20m numa tarde de calor agradável. Fui na direcção das Pedras Lavradas passando pelo Tortosendo e Unhais. O vento estava contra, mas não muito forte. No alto das Pedras Lavradas virei para a direita, em direcção a Alvôco da Serra. Ao fim de percorrer cerca de 2km, encontramos uma placa a indicar o caminho para Teixeira de Baixo.

 

Atenção que esta estrada não tem saída por asfalto. Há um caminho em terra que vai dar à estrada que liga Teixeira a Vide. Por isso é necessário voltar por esta mesma estrada. E perguntam vocês: qual é o problema? O problema não é muito importante, mas prende-se com uma placa que se encontra um pouco à frente.

 

Não consegue ver bem? Eu mostro mais de perto...

 

Uma pessoa que vá a "abrir" da Covilhã até ao alto, quando vê esta placa e sabe que tem de voltar pela mesma estrada, até se assusta! Mas que remédio, se era isto que eu tinha projectado. Era mais um baptismo...

 

Mas valeu a pena, porque a paisagem é muito bonita e a estrada é sossegada. Não sei se será para repetir nos próximos tempos... Pode ser que um dia algum corajoso queira vir comigo tomar lá um café!

 

Aquele abraço.

publicado por beirabike às 23:19
link do post | comentar | favorito
|

Passeio de 16 de Maio

Fizemos a volta prometida, com algumas alterações por motivo de força maior...

 

Desta vez fomos três: Cavaca, João Venâncio e eu.

 

O percurso foi: Covilhã-Canhoso-Caria-Belmonte-Maçaínhas-Benespera-Quinta da Portela-Demoura-Catraia do Sortelhão-Pousafoles do Bispo-Pena Lobo-Água da Figueira-Azenha-Casteleiro-Quintas do Anascer-Três Povos-Capinha-Pero Viseu-Souto Alto-Covilha, num total de 123km.

 

Obrigado pela vossa companhia.

 

Aquele abraço!

publicado por beirabike às 23:13
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 14 de Maio de 2007

Passeio de quarta-feira, dia 16 de Maio de 2007

Já vem aí o bom tempo e com ele aumenta a vontade de andar.

 

Como invariavelmente tem acontecido, vamos a mais um baptismo. Vamos passar por Maçaínhas e descobrir o caminho para Quinta do Monteiro. Depois seguímos para Quinta da Portela e Demoura. Aqui vamos tentar seguir na direcção de Lameiras, Pousafoles do Bispo e Águas Belas. Daqui em diante, tudo dependerá na altura.

 

O percurso não deverá exceder os 120km.

 

A saída é às 7h40m na Rotunda do Operário.

 

Apareçam! 

publicado por beirabike às 22:06
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Próxima volta

Amanhã, dia 12 de outubro a caminho do Angliru, Gamoniteiro e Lagos de Covadonga! Os invejosos que fiquem a morder-se!
Total do mês
0 8 3 8 , 2 6 km
0 3 1 h 4 7 m 5 3 s

2017
0 9 8 8 5 , 6 1 km
3 5 6 h 5 1 m 3 9 s

2016
0 4 8 5 0 , 9 4 km
1 8 0 h 3 0 m 2 7 s

2015
0 1 3 5 0 , 0 0 km

2014
0 7 6 3 3 , 8 8 km
2 9 4 h 4 2 m 2 7 s

2013
0 3 2 4 3 , 2 9 km

2012
0 4 3 8 8 , 3 4 km

2011
0 5 6 5 7 , 5 1 km

2010
0 8 1 9 5 , 1 2 km

2009
1 5 7 4 4 , 3 1 km

2008
1 4 6 9 6 , 5 0 km

2007
1 4 0 5 0 , 9 7 km

Calendário online com feriados municipais, páscoa, carnaval, datas comemorativas e fases da lua

.posts recentes

. Volta durinha por Fornos ...

. Volta teste...

. Mais vale pouco que nada!

. Fugindo ao calor...

. Subida à Torre

. De Seia a Salamanca ou qu...

. Volta inédita...inovando ...

. Subida à Serra

. Ida a Avis!

. Eu... Miro

.arquivos

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Setembro 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.links

.Contador

blogs SAPO

.subscrever feeds